domingo, 18 de outubro de 2015

HERO #04 | Uma grande perda, pede mudanças de atitudes


Há sete anos, um vírus criado pelas Indústrias Platinum foi espalhado por Queen City, não sabemos a causa ou quem fez isso, Henry, filho dos donos da empresa foi embora para compreender o que acontecia com ele e quando finalmente voltou encontrou sua cidade pior do que a deixou. Agora ele tem, habilidades especiais, e com a ajuda dos seus amigos, vai cumprir com sua responsabilidade, vai proteger essa cidade.

Anteriormente, em HERO... (Jornalista): Hoje, aconteceu um acidente, um vírus criado pelas Indústrias Platinum foi espalhado em Queen City – (A Diretoria): O Herbert não pode ter ido muito longe, temos que acha-lo custe o que custar! – *Diretoria é empurrada pelo Herbert do penhasco* – (Herbert): Agora eu sou o Prefeito, Queen City é minha! – (Feiticeiro): Se a EPF é incompetente a ponto de não conseguir tirar uma pedra do caminho, eu mesmo vou tirar.


E agora...

Henry: Ora, já estamos aqui... Essas correntes são realmente necessárias?
Diretor: Eu vou dar o meu voto de confiança, mas não me façam mudar de ideia... O Programa HERO precisa de você. Aliás, já patenteamos esse nome, e não queremos ter que patentear outro, de hoje em diante você é HERO.
Henry: HERO? Depois vocês falam que eu que não tenho criatividade...
Emile: Hehehehe...
Gary: Já que seremos forçados a trabalhar aqui, pelo menos teremos algum lugar decente para trabalharmos? Exijo um laboratório.
Diretor: Ainda temos o seu laboratório Gary, vocês podem usar ele.

Surfando estava andando por ali, e viu seu amigo Henry, então decidiu chama-lo.

Surfando: Meu deus, você era ele?!
Henry: Pois é... Era...
*Surfando da um soco no ombro de Henry*
Surfando: Onde você estava com a cabeça pra se meter em uma coisa como essas?
Henry: Eu só quero ajudar...

Todos vão ao antigo laboratório de Gary.

Emile: Nada mal... Espera!
Gary: Sim, esses são os supercomputadores TC4000
Emile: AI MEU DEUS, SERÁ QUE EU MORRI E EU NÃO ESTOU SABENDO? Isso aqui é o céu!
Henry: Ué...  Não que eu saiba...
Diretor: Bom, agora vocês precisam trabalhar para encontrar a Ordem das Trevas...
*Os monitores se ligam sozinhos*
*Feiticeiro: Hahahaha... Ah, não é necessário... Nós estamos aqui...*
Gary: Essa não...
*Feiticeiro: E nós vamos à trás do mais frágil de vocês, e este... Vai sofrer, vai se machucar, muito!*
*Os monitores desligam*
Diretor: Pois é né, mais um dia normal na EPF.
Henry: Você não está nem um pouco preocupado com isso?
Diretor: Ora... Isso é problema de vocês, se me der licença, tenho que sair, para resolver algo importante.
Emile: Eu vou ali beber um copo de água, toda essa tensão está me deixando com sede.
Henry: Você não acha perigoso sair assim, depois que nos ameaçam?
Emile: Mas eu só vou beber um copo d’água...

Ali perto...

Emile: Eu é que não vou ficar aqui sozinha por muito tempo... Vou beber isso logo, por que estou quase mijando aqui...
*Kant e Dark-n surgem das sombras...*
Emile: Olha... Você não me é estranho...
Dark-n: Eu estou próximo de vocês o tempo todo, mas vocês são tolinhos demais para perceber...
Kant: Você mocinha, vem com a gente.
Dark-n: Muitas brincadeiras te aguardam... Hahaha
Emile: Droga... Eu e meu bico grande.

Mais tarde...

Gary: Não acha que a Emile está demorando de mais não?
Henry: É mesm...
*os monitores ligam sozinhos novamente*
*Feiticeiro: É tão bom ver vocês novamente rapazes! Vamos fazer uma brincadeira?*
Henry: Ah não...
*Feiticeiro: AH SIM! Sua amiguinha está aqui comigo hahahahaha*
Gary: Que brincadeira você propõe?
*Feiticeiro: É simples ora... Vamos brincar de esconde-esconde hehehe...*
Henry: Então você leva nossa amiga, e quer brincar de “esconde-esconde”? Que palhaçada... Quem é você?
*Feiticeiro: Ué, pode me chamar de Feiticeiro... A brincadeira funciona da seguinte forma; Vocês tem uma hora para me encontrar, eu estou dentro da EPF, ah sim... Se não me encontrarem, sua amiguinha sofre se contar pra alguém, sua amiga sofre, se tentarem burlar as regras, A SUA AMIGA SOFRE TAMBÉM!*
Gary: Defina “sofre”...
Henry: Gary!
*Feiticeiro: Tic-tac tic-tac... O tempo está passandooo*
*Os monitores se desligam*

Muito tempo depois...

Henry: EU NÃO CONSIGO! JÁ OLHEI EM TODOS OS LUGARES, E NÃO O ENCONTRO.
Gary: Calma! Nós ainda temos alguns minutos...

Enquanto Gary tenta confortar o seu amigo, os dois escutam gritos de Emile vindos de algum lugar, gritos desesperados implorando por ajuda.

Henry: Olha aí! Como você quer que eu me acalme!

Ali no canto...

Surfando: Ei, Gary!
Gary: Que?
Surfando: O que está acontecendo? Ele está por aí, correndo de um lado para o outro parecendo um doido....
Gary: Um doido, pegou a Emile e... Epa...
Henry: GARY! VOCÊ NÃO PODIA CONTAR!
*Os monitores se ligam sozinhos novamente*
*Feiticeiro: Pois é... Não podia... KANT, acabe com isso logo.*
Henry: Nós ainda temos alguns minutos! POR FAVOR!
*Feiticeiro: Tic... Tac...*

Depois de muita procura Henry finalmente acha o feiticeiro.


Feiticeiro: Olha só... Quem conseguiu me achar! Rapazinho esperto você hein...
Henry: Onde está ela?
Feiticeiro: Sabe... Você demou muito, acho que ela já era... Sinto muito.
Feiticeiro: Mentira, não sinto! Hahahahahaha
Henry: ME DIZ ONDE ELA ESTÁ!
Feiticeiro: Ai, com todo prazer. Ela está no corredor norte, do subterrâneo. E muito, muito ferida... Eu correria...

No corredor norte do Subterrâneo...

Henry: EMILE!




Eita! Quanta coisa aconteceu neste capítulo, não é mesmo? Bom, se você está se perguntando por que nós postamos novamente, o quarto capítulo de HERO (embora tenha tido algumas mudanças no roteiro, após uma mudança no rumo que a história tomará), é para que possamos relembrar o que aconteceu, para hoje, às 18h estarmos prontos para ler a continuação empolgante, onde depois desse hiatus (termo utilizado para pausas em séries, histórias dentre outros) enoooorme, finalmente veremos o que aconteceu com Emile, saberemos um pouco mais sobre os nossos vilões. VEREMOS, o rosto do Feiticeiro, e saberemos exatamente o que ele quer em Queen City!

Então gente, é sério... Não percam hoje, a grande estreia da segunda parte da temporada de HERO. Se você não havia lido o 4º capítulo da série, e gostou, me conte pelos comentários, se você tinha lido, e leu de novo, me conta também, estou ansioso para conversar com vocês! Até breve.