sábado, 9 de janeiro de 2016

Túnel do Tempo #12 | Relembrando as Expedições



Olá pinguins! Estamos no início de mais um ano, muitas novidades e projetos do Club Penguin ainda estão por vir, e aguardamos tudo com grandes expectativas e bastante ansiedade. Este é apenas o começo. Em nosso primeiro Túnel do Tempo de 2016, iremos relembrar alguns eventos incríveis que geralmente aconteciam (ou acontecem) no começo do ano. Pegue sua bússola, coloque sua mochila nas costas, continue sua leitura e prepare-se para viajar de volta às expedições do Club Penguin!



Expedição Cavernosa

Em janeiro de 2010, rochas começaram a desabar pela Mina. Esse deslizamento deixou os pinguins da ilha intrigados, e fez com que a Mina se tornasse um lugar menos seguro. Poucos dias depois da primeira repercussão do incidente, uma pedra quase que do tamanho de um pinguim podia ser vista nos escombros, e então, quando você passasse o mouse sobre ela, ela iria cair e assim seria revelada uma abertura na parede da caverna.





Quem diria! Uma outra caverna existia ali. A partir deste momento, os pinguins estavam lidando com um lugar inexplorado, com cavernas escondidas e com águas desconhecidas. Começou-se então a Expedição Cavernosa, a primeira expedição do Club Penguin. O objetivo da festa? Dar uma olhada no subterrâneo da ilha, em salas que até então ninguém sabia que existiam.



A expedição aconteceu em quatro salas: a Mina, a Caverna da Mina (atualmente substituída pela Mina de Ouro), o Lago Secreto e a sala Debaixo d'Água, sendo esta última apenas para assinantes.







Assim que você entrasse no Caverna da Mina, você deveria usar o seu Capacete de Mineiro para perfurar o solo. Desta forma, poderia encontrar fragmentos de um misterioso cristal roxo. Se você se movesse de lugar e perfurasse 4 vezes, iria ganhar como recompensa o próprio cristal, o Pin Ametista.



Já no Lago Secreto, se você fosse um assinante você poderia comprar a Roupa de Mergulho Profundo por 50 moedas. E ainda nesta mesma sala, os pinguins se depararam com uma porta curiosa - a entrada para a sala Debaixo d'Água, exclusiva para assinantes. Por lá, foi possível receber o Plano de Fundo Recife de Corais. É interessante mencionar que naquela época de abertura de salas, a sala Debaixo d'Água estava acessível normalmente para os assinantes. Não havia a Chave Musguenta, pois também não havia o SOS Puffles. Mas que bom que mencionamos isso, pois as coisas já vão começar a se encaixar.



Depois da festa, as três salas novas foram fechadas, isto por questões de segurança. Em março, as salas foram reabertas, desta vez permanentemente, quando por fim assumiram que tudo estava seguro após o deslizamento. Mas, pouco antes disso, ocorreu algo interessante. Rockhopper havia voltado para o Club Penguin, mas, quando já estava em terra, ele relatou que Yarr havia desaparecido na ilha. Os pinguins e o capitão começaram a vasculhar em cada canto do CP, à procura do puffle pirata, quando finalmente o encontraram nos escombros da entrada bloqueada da Caverna da Mina. Depois do ocorrido, o SOS Puffles veio à tona, para combinar com a história, e o truque da sala Debaixo D'Água e a Chave Musguenta surgiram, juntamente com a reabertura das salas.


(Cartão de Pinguim do Rockhopper em 2010)

Expedição Montanhosa

Se você gosta de frio, neve, aventura e emoção, então você provavelmente vai gostar de relembrar esta festa. É a Expedição Montanhosa! Ocorrida em agosto de 2010, o mesmo ano de sua antecessora, a Expedição Cavernosa, esta festa foi muito interessante. Pela primeira vez na história da ilha, os pinguins finalmente poderiam conferir de perto como são os arredores da Montanha Mais Alta!



A festa consistia-se em fazer uma grande escalada até o Topo da Montanha. Os pinguins deveriam passar pela Base de Suprimentos, pela Caverna de Gelo, fazer uma pausa no Acampamento, e então continuar a expedição, seguindo pela Montanha e finalmente chegando ao Topo da Montanha! Na sala Montanha, havia uma entrada para uma sala escondida, chamada Caverna Gelada. Infelizmente, os não-assinantes estavam limitados a ir só até o Acampamento. Outras salas, como o Centro, o Plaza e a Estação de Esqui, estavam parcialmente decoradas para o evento.

















No total, haviam 3 itens grátis disponíveis durante a festa. O Chapéu Cabeça de Vento estava localizado no Acampamento, a Bandeira Vermelha estava localizada no Topo da Montanha e o Plano de Fundo Topo da Montanha estava localizado, óbvio, no Topo da Montanha.







Os pinguins gostaram muito de encarar o perigo e o mistério e explorar novas alturas, tanto é que estas salas voltaram à tona um ano depois, durante a festa A Grande Corrida (em meio à Operação Hibernação).

Expedição à Natureza

Respirar ar puro, curtir uma bela vista da natureza, explorar territórios desconhecidos, caminhar pela trilha e se divertir por salas totalmente inéditas foram atividades que sem dúvida estiveram presentes nesta incrível expedição, ocorrida em janeiro de 2011. Mas a principal atração de todas estava apenas para começar. Os pinguins poderiam se dirigir até o habitat de uma espécie nova de puffle! Foram os puffles marrons que foram introduzidos neste evento, e, para encontrá-los, você deveria seguir as pistas de um longo percurso. A diversão começava logo depois do Ancoradouro, na natureza selvagem.




(A Clareira. Havia um bilhete ao lado do item grátis Chapéu de Expedição. Quem será que o escreveu?)

Os pinguins deveriam seguir pistas deixadas por um personagem misterioso... Humm. As pistas ficavam espalhadas pela natureza, e você tinha que completar o "labirinto selvagem" seguindo os rastros das ferramentas deixadas na floresta. Depois disso, você estaria no Penhasco. Por lá havia uma enorme máquina, e você deveria apertar corretamente toda a sequência de botões e engrenagens para poder fazer a máquina cumprir sua principal função: te levar até a Orla.







Na Orla, então, você tinha que fazer uma última tarefa para completar sua expedição - construir seu próprio barco e navegar até o outro lado do horizonte. Frustrantemente, a aventura terminaria aqui para os não-assinantes, porque, após terminar de construir o barco, era preciso comprar o Colete Salva-vidas, exclusivo para assinantes, para poder enfim navegar e chegar até a Enseada.





O lugar que finalmente nos esperaria nesta aventura selvagem, a Caverna do Puffle Marrom! Observe:


(Os assinantes também puderam adquirir a Casa Marrom como item grátis)

Incrível! Foi realmente uma honra para os pinguins participar desta expedição tão marcante e adotar o puffle marrom! Explorar a natureza, navegar pelo mar e adentrar a misteriosa caverna-habitat destas criaturinhas peludas. Um quebra cabeças completo, e uma incrível recompensa da época. E a propósito, falando no puffle marrom, foi a TP quem o descobriu. Se lembram que eu mencionei que alguém deixou uns bilhetes pela natureza? Então.


(Curiosidades: TP ainda nem era uma mascote em janeiro de 2011. Ela mudou sua cor de salmão para marrom em homenagem às criaturinhas que descobriu.)

Expedição Submarina

Seguindo a tradição, este evento ocorreu em janeiro também, no ano de 2012. Tudo começou quando Rookie teve umas ideias particulares. E então, em pouco tempo algumas caixas misteriosas começaram a surgir na Praia. O que Rookie queria? Afundar a Praia um pouco. Por quê? Eu não sei. O que tinha nas caixas? Milhares de bigornas. Bem, mas enfim... O que poderia dar errado?







A ilha inteira começou a inclinar! Em sua defesa, Rookie disse para o jornal: "Tudo o que eu queria era afundar a Praia um pouco. Mas esqueci que o resto da ilha estava grudado nela!". Entretanto, quando a Praia afundou, algo muito interessante foi revelado. Repare no que há perto do Farol, afundado no mar.



Uma entrada secreta! Incrível! Começou-se assim a Expedição Submarina, onde os assinantes tinham que decifrar o Labirinto Submarino, passando por suas diversas salas, até finalmente chegar às Profundezas. É provável que esta trama toda faça uma referência à Atlântida, a cidade perdida.







Lá fora, as coisas não pareciam darem muito certo. A água se espalhava por todo o lado oeste da ilha, e todo o resto das salas estava inclinado. Agentes da EPF foram convocados para ajudar os cidadãos. Como tentativa de amenizar a situação, "escudos de bolha" foram instalados em algumas salas da ilha, como a Cabana, a Estranha Parafernália Falante e o palco do Farol, para assim evitar a entrada de água nestes locais. Em poucos dias, as bigornas, a raiz do problema, foram retiradas da Praia.


































(Wow!)

Rookie fez aparições durante a festa, e distribuiu a todos o Plano de Fundo Bigorna do Rookie. Outros 3 itens grátis estavam disponíveis, sendo eles o Chapéu da Pesada, localizado na Praia, o Plano de Fundo Lixo é no Lixo, localizado no Ancoradouro, e a Fantasia de Submarino, exclusiva para assinantes, localizada nas Profundezas.









E este foi o nosso Túnel do Tempo! É realmente muito bacana saber que o Club Penguin já elaborou expedições como estas, que instigam a curiosidade dos jogadores e os incentivam a querer descobrir cada pedacinho da ilha. E bom, em janeiro dos anos seguintes, também ocorreram um tipo de expedição, e você pode saber mais sobre elas clicando aqui.
O que você achou desta edição do Túnel do Tempo? Você participou de alguma destas expedições? Qual delas é a sua preferida? Não se esqueça de deixar os seus comentários! Até mais e... Pinguinando!

Nenhum comentário:

Postar um comentário