sexta-feira, 3 de junho de 2016

Coluna | O que está acontecendo com o Club Penguin? (Parte 1)

Olá, pessoal! Gian digitando! Hoje farei uma coluna, pois quero demonstrar meu ponto de vista sobre como o Club Penguin regrediu. Na Parte 2 dessa coluna irei tratar sobre o #ProjectSuperSecret.

Esperança. É, sem dúvida, o que se baseia os últimos anos. Primeiro, a partir de 2014, com uma certeza que as festas poderiam melhorar. E depois, em 2015 e 2016, a consciência de um jogo espetacular que viria com o intitulado CP Next, que atualmente conhecemos como #ProjectSuperSecret. Mas, será que o Club Penguin voltará, algum dia, a seus tempos dourados de 2012 e metade de 2013?

Não é mentira que o jogo decresceu de forma súbita, caindo de um sucesso espantoso para uma inatividade que me entristece, como jogador de Club Penguin a mais de meia década. Não se encontra mais, até mesmo em dias de atualizações, servidores lotados, o que era normal na época de 2013. Mas porque isso está acontecendo?

Houve, sim, erros administrativos por parte da fase Spike Hike. Não é possível afirmar exatamente o que aconteceu, mas é notável que poucos meses após a saída do excelente gestor Lane Merrifield (mais conhecido como Billybob) o jogo passou a baixar a qualidade de suas festividades. Não de forma abrupta, mas aos poucos.

Lembro com clareza que a festa Universidade Monstros foi infinitamente criticada. Agora, poderia ser a melhor festa deste ano, na minha opinião. Acho que a primeira festa que foi mesmo insuficiente e fraca foi a Festa Medieval de 2013. Depois foi altos e baixos, com alguns marcos bons e outros ruins. E na metade de 2014, a má qualidade das festas desandou de vez. O que aconteceu?

Na minha opinião, o grande erro da gestão de Spike Hike foi, sim, o foco abrangente no My Penguin, posteriormente conhecido como Club Penguin App. Isso dividiu muito o tempo da equipe, que já começou a ficar um pouco mais enxuta e ocasionou em pouco tempo disponível para trabalhar fortemente nas festividades.

Na minha opinião, isso resultou na situação de hoje. Não totalmente, mas opino que é uma das razões para a baixa qualidade das festas de 2014, 2015, 2016. E com a baixa qualidade das festividades, diminuiu o público, que consequentemente reduziu o lucro, e que acaba em um menor número de funcionários da equipe. E aí, o buraco já se formou.

Essa foi a coluna de hoje. Experimentei um modelo semelhante a um artigo de opinião, sem imagens e não no estilo de postagem! Espero que gostem. Continuarei esse assunto falando sobre o #ProjectSuperSecret, daqui a alguns dias! Até mais e... Pinguinando!