sábado, 29 de outubro de 2016

Animal Warriors #7 | O Gelo que Não Derrete

E aí, pessoal! Umbreon aqui, trazendo outro episódio de Animal Warriors! No último capítulo, nossos heróis entraram em uma mansão abandonada, buscando a resposta para a incrível concentração de energia lá dentro. Depois de uma batalha contra um golem de gelo, uma criatura usada de sentinela, eles entraram e resolveram um enigma, permitindo que eles passassem! Enfim, vamos lá!


Era uma sala escura, onde não se podia ver nada. Mesmo fatigado, Umbreon usou sua visão noturna para tentar enxergar algo. Ao olhar para cima, ele viu duas figuras brancas, humanóides, vestidas em branco e azul claro. Elas estavam de olhos fechados, de cabeça para baixo, penduradas em um lustre como morcegos que se penduram no teto de uma caverna. Seu corpo estava totalmente coberto, menos  um buraco para seus olhos. Essa abertura na máscara mostrava a pele dos seres: quase transparente.

Então, seus olhos se abriram. Caíram em pé na frente do grupo, acenderam as tochas que estavam na sala com um estalar de dedos, e atacaram.

Perceberam que Umbreon estava fatigado. Ele foi o primeiro alvo. Um deles correu até ele, e com uma kunai, cortou o braço dele, fazendo-o sangrar.

Umbreon: AAAAAARGH!

Ele se abaixou, fazendo o máximo para desviar dos golpes.

Davry: Cuidem desse aí, vou ajudar o Umbreon!

Ele fez um corte na cabeça da criatura, mas a lança o atravessou.

Davry: Um fantasma?!
Lota: Davry, rápido, corte a roupa que ele está possuindo! Vou parar o sangramento do Umbreon!

Mesmo sem entender, Davry fez as vestes do fantasma virarem farrapos. O espírito saiu da roupa, que não tinha mais utilidade. Logo, ele desapareceu.

Snuggy: Deixa esse comigo!

Seu machado holográfico logo se ativou, dividindo a roupa no meio. O fantasma soltou um grito ecoante, e flutuou para longe.

Quando olharam para trás, Lota estava estancando o sangue e passando bandagens no braço de Umbreon.

Lota: Você tem sorte que ele não estava próximo o suficiente para cortar completamente seu braço.
Umbreon: É que eu tenho azar no azar.
Liza: UMBREON! VOCÊ QUASE MORREU!
Umbreon: Tá, eu só levei um corte.
Loko: Você gritou muito.
Umbreon: Deixa eu cortar teu braço então, para ver se você não grita?
Loko: Não, obrigado.
Umbreon se levantou, ainda com o braço dolorido.
Umbreon: Davry, o que você está fazendo mexendo nesses trapos?
Davry: Olha, uma chave!

Era uma enorme chave de cristal, com uma grande ametista cravada nela.

Liza: Deve ser a chave da porta norte! Vamos lá!

Carregaram a chave até a tranca. A tranca era dourada, com imensas correntes que impediam que a porta fosse aberta.

Davry colocou a chave na porta, e ela desapareceu.
Todos: Hã?
Umbreon: Essa não deve ser a chave certa... vamos procurar em outro lugar.

Quando se viraram de costas, o cadeado caiu, junto com as correntes, fazendo um estrondo.

Loko: Uh, abriu!

Empurraram o portão.

Uma sala linda, com cristais e esculturas de gelo. Uma fraca luz solar entrava por uma bela janela de vidro. Ao adentrar o corredor, o frio se tornava mais intenso, de modo que eles precisavam ficar mais juntos para se esquentar. O corredor foi gradualmente ficando mais largo. Ao chegar no fim do corredor, havia uma pessoa de longos cabelos encaracolados meditando de frente para um grande cristal.

Ela percebeu que estavam lá, e disse com uma voz amigável:

???: Oi! Não costumo ver estranhos ultimamente. Quem são vocês?

Umbreon: Eu sou o Umbreon, e esses são: Liza, Davry, Loko, Snuggy e Lota! E você?
Giovanna: Prazer em conhecê-los! Sou a Giovanna!
Loko, murmurando: (Cadê o forninho?)
Giovanna: Eu ouvi isso!
Umbreon: Me lembrei de uma coisa! Você foi enviada para Lit para treinar?
Giovanna: Lit? Sim, me lembro de alguma coisa parecida.
Umbreon: Lembra-se daquele acidente de 7 anos atrás?
Giovanna: 7 anos atrás? Ah, aquele ataque terrível? Sim, infelizmente me lembro... Quando fugi para a floresta, estava com dois amigos: Anna, e Logan. Nós estávamos perdidos na floresta, mas uma pessoa em armadura negra e cabelo ruivo nos ajudou. Ele disse que os pais dele morreram naquele acidente e que ele buscava justiça para saber quem tinha atacado, e nós queríamos retribuir a gentileza ajudando-o. Gostaria de ver meu pai novamente, mas não tenho maneira de ir até Frezlo, quanto mais para Lit.
Todos: Armadura negra e cabelo ruivo?!
Liza: Quando te vi pela primeira vez em Lit, ouvi dizer que você é a princesa filha do Príncipe do Gelo. É verdade?
Giovanna: Sim, de fato. Sinto saudades do papai, do vovô e da vovó... A mamãe morreu, mas meus avós ainda continuam vivos. Eles estão cuidando do reino, mas meu pai disse que logo ele teria que entrar no poder...

Todos se entreolharam.

Umbreon: Giovanna, está claro: Você é quem estamos procurando! Fomos enviados de Lit para buscar os 3 desaparecidos. E finalmente, achamos o primeiro!
Giovanna: Sério?

De repente, uma voz grossa reverberou na sala.

???: Parece que não tenho escolha. Não há forma de controlá-la apenas com palavras, agora. Preciso usar magia.
Giovanna: Mestre P?
De repente, Giovanna gritou, e seus olhos mudaram da cor esmeralda para vermelho.
Giovanna: Co...Corram.

Ela puxou duas balestras e começou a atacar. Toda vez que ela atirava um projétil de gelo, alguém era preso por uma prisão de gelo inquebrável. Um por um, foram sendo encarcerados por aquele gelo que não podia ser derretido.

Quando todos estavam presos, ela disse:

Giovanna: Adeus. NOVA DE GELO!

Ela levantou um de seus braços, que gerou uma pequena bola de energia que emanava uma aura não muito calorosa. Ela crescia constantemente. O fim deles estava próximo...

Ou não?

Umbreon: SOMBRA DA JUSTIÇA!


Uma grande energia emanava das katanas de Umbreon. Ele estava carregado com um poder implacável, que fazia qualquer coração dirigido para o mal voltar ao bem.


Sua prisão de gelo quebrou. Ele baixou a sua faixa da testa para os olhos, de modo que não via nada.

Umbreon: Heróis nunca morrem.


Ele não tinha consciência do que estava fazendo. Ele estava possuído por um espírito justiceiro.

Ele correu sem puxar suas espadas, colocou a mão na testa de Giovanna e disse:

Umbreon: Glacius Passius.

Então, os olhos de Giovanna voltaram para sua cor verde, e ela caiu de joelhos, soltando suas balestras.

Umbreon, totalmente fatigado, também desmaiou.

As prisões de gelo quebraram. Um tremor na construção.

Loko: O que foi isso que eu acabei de presenciar?
Liza: Não importa, a construção está caindo! Rápido, peguem eles e vamos fugir daqui!
Liza liderou o grupo, enquanto Loko e Davry carregavam Umbreon, e Snuggy e Lota carregavam Giovanna.

...

Ao chutar o portão frontal e entrar na BB, a mansão acabou de desmoronar. Colocaram Umbreon em seu quarto, Giovanna em outro, e cansados, foram dormir.

9h30 da Manhã - Dia 28 de Outubro


Umbreon acorda. Ao abrir o corredor, estranha que está um silêncio. Chega na cozinha e encontra todos debatendo silenciosamente sobre o ocorrido do outro dia.
Umbreon: O que foi que aconteceu ontem?
Loko: Você teve um ataque e do nada gritou ''Sombra da Justiça'' e depois ''Heróis nunca morrem'' e depois...
Liza: Calma, Loko. Umbreon ainda está se recuperando...
Giovanna estava sentada no sofá, olhando pela janela as nuvens.
Giovanna: A única coisa que eu lembro antes de ter voltado ao normal era o Umbreon tocando na minha testa e dizendo ''Glacius Passius'' . Isso me soa familiar, mas não lembro onde ouvi...
Umbreon se sentou.
Umbreon: Sombra da Justiça, Heróis nunca morrem... Se eu não me engano, li isso nos nossos livros na escola.
Liza: Verdade! Era sobre um grande justiceiro que não hesitava em usar sua espada para defender os inocentes e tal...
Umbreon: Bom, eu queria ser pelo menos a metade do que ele era.
Giovanna disse com um sorriso no rosto:
Giovanna: E Umbreon, obrigado por destruir a antiga casa da minha família!
Umbreon: Err, desculpa!

Todos riram.

Giovanna: Então, pra onde vou agora?
Liza: Você fica com a gente, ué! E eu não quero ficar falando seu nome completo toda vez, então que tal um apelido? ''Gi'' me parece bom.
Gi: Gostei! Podemos ir para Frezlo? Quero ver minha família de novo, e contar essa história. Temos que salvar a Anna e o Logan!

Continua...

Bom, é isso por este episódio! Com uma nova aliada, nossos heróis completaram o seu objetivo! Faltam dois! O que acharam desse capítulo? O que há por vir? Quem é ''Mestre P'' e qual o motivo de controlar os desaparecidos? Vou ficando por aqui, até mais, um abraço e ... Pinguinando!