sexta-feira, 12 de maio de 2017

Tomorrowisland #4 | Uma operação misteriosa


Olá, pinguim! Seja bem-vindo ao quarto capítulo de Tomorrowisland! Neste capítulo, você finalmente conhecerá Tomorrowisland, uma dimensão paralela cheia de tecnologia, modernidade e progresso, pena que você não está aqui por turismo... Boa sorte na sua jornada! O mundo e a ilha dependem de você.

Anteriormente, em Tomorrowisland... Blaztox, Mi e Garrifro começaram seu dia indo atrás do iglu de Bryan, por ser um pouco longe, pegaram carona numa broca super potente feita pelo Garrifro. Nossos heróis foram sequestrados por engano, por ninguém menos que Bryan, foi um mero engano, após esses acontecimentos, foram em fuga por abrigo para o iglu de Layla, onde construíram um novo pin XD, e foram teletransportados para... Tomorrowisland.



Finalmente, estou sendo teletransportado para Tomorrowisland, porém não sinto nada, é uma estranha máquina que está mexendo comigo, me sinto estranho e confuso, teletransporte, o que é isso afinal de contas? Está demorando, não vejo a hora de sair... Daqui e poder ver o meu mundo de novo, na verdade não é o meu mundo, é outro mundo, outra dimensão... Porém paralela, será que vou conseguir achar essa tal máquina DESTRO?

Talvez eu consiga, com a ajuda dos meus amigos... E o Garrifro, já não aguento mais permanecer paralisado numa estranha nuvem de gás que está me transportando mais rápido que a velocidade da luz, viagens dimensionais são confusas... Como posso estar paralizado e estar viajando numa velocidade absurda? Acho que isso já vai acabar, tem uma estranha luz no fuundoooo...

Tomorrowisland - ??? - ???

Após uma estranha e confusa viagem, Blaztox finalmente chegou em Tomorrowisland, porém está se sentindo um pouco mal, a viagem dimensional mexeu de muitas formas em nossos heróis. Mas só há uma pergunta... Onde está o resto do pessoal? Você já já descobrirá a resposta para esta pergunta intrigante...

Blaztox: Onde estou? Me sinto estranho... Pessoal, cadê vocês? Tem alguém aí?
Mi: Blaztox, fico feliz por saber que não estou sozinha, vamos procurar o pessoal.
Blaztox: Sim, Mi você está se sentindo estranha ou tonta?
Mi: Sim, além de confusa, viagens dimensionais devem ter efeitos colaterais.
Bryan: Muitos, só que esqueci de mencioná-los, são muitos os efeitos colaterais, se eu tivesse falado esses efeitos, vocês provavelmente não iriam querer viajar. Enfim... Olá pessoal! Estou feliz que vocês estão inteiros!
Blaztox: Nossa... Bryan onde está Garrifro, Layla e Plog?!
Bryan: Não faço ideia, eu estava sozinho, então decidi caminhar e encontrei vocês desmaiados, esperei uns minutos e a Mi acordou, e você logo depois.
Mi: É melhor nós irmos andando, não quero ficar parada num lugar vazio que não conheço.
Blaztox: Muito menos se você for o pinguim mais procurado do tal lugar.
Bryan: Para onde nós vamos?
Plog: Eu posso responder essa pergunta.
Mi: Plog! Que susto! Onde você estava? Cadê o pessoal?
Plog: Nós acordamos próximos, porém num lugar estranho, acordamos numa espécie de corredor, era como um labirinto, eu decidi voar por aí, para ver se achava algo, e depois retornaria e informaria o pessoal, felizmente os achei, venham comigo.
Bryan: Fico feliz que nos achou, mas... Por que sua antena está com outro formato?
Plog: Acho que a viagem a danificou um pouco.
Blaztox: Andem logo, temos que voltar ao Garrifro e a Layla, não podemos os deixar sozinhos.
Mi: Está bem preocupado, Blaz. 😏
Blaztox: É que... É perigoso os deixar sozinhos num lugar desconhecido.
Bryan: Tem toda razão, devemos andar logo.
Blaztox: Esse corredor é muito longe Plog?
Plog: É somente a alguns passos daqui, um pouco mais longe que isso.
Bryan: Vamos, pessoal não trouxe nenhum veículo para cá. Mas com um pouco de esforço... E energia, chegaremos lá!
Mi: Estou um pouco nervosa... Vamos andar mais rápido, esse lugar está deserto.
Bryan: Completamente deserto, é melhor fazermos o que a Mi disse.

Alguns passos depois... 

Plog: Pessoal... Lamento informá-los, mas parece que eles cansaram de esperar e saíram andando, felizmente implantei um chip de localização, no caso de que fossem sequestrados.
Mi: Plog, nós já andamos muito, você falou que eram só alguns passos de distância, nós já andamos uns dois quilômetros. E como você está sempre tão preparado para essas situações?
Plog: Foi um engano meu, desculpem-me. Mas eu prometo que não teremos mais que andar muito.
Bryan: Tudo bem, mas... Todos nós temos chips de localização implantados?
Plog: Sim, vocês preferiam ser sequestrados e impossíveis de se localizar?
Blaztox: Acho que foi uma boa ideia, é uma medida de segurança, o Plog é um tablet misterioso.
Plog: Com certeza... Não fazem ideia de quem eu sou.
Bryan: Haha, mas... Vamos logo por favor.

Corredor do regresso - ??? - ???

Garrifro acorda em um estranho lugar, semelhante a uma prisão, porém com uma arquitetura extremamente moderna, agora Garrifro terá que descobrir o que faz preso num lugar tão estranho com sua amiga Layla.


Garrifro: ... Onde estou? Pessoal... Onde vocês estão? Estou meio tonto e enjoado, parece que minha memória está danificada. Layla! Você está desmaiada! Acorde, por favor!
Layla: Garrifro... É você? Onde nós estamos? Me sinto confusa, tonta eee... Enjoada...
Garrifro: Não se preocupe, você está bem agora, porém não faço a menor ideia de onde nós estamos, mas eu tenho certeza que aqui é Tomorrowisland. Com essa arquitetura tão moderna e bonita é impossível de não se deduzir esta conclusão.
Layla: Estou feliz que você está bem, mas... Quem é aquele cara?
Garrifro: Não faço ideia, será que ele pode nos ajudar? Vamos falar com ele.
Layla: Estou preocupado com o Blaztox e... Com o resto dos nossos amigos, será que eles estão bem? Temos que sair daqui o mais rápido possível!
Garrifro: Tente relaxar um pouco, se eles estiverem juntos você pode ficar tranquila, nós somos amigos e conseguiremos achá-los, se você me ajudar, amigos sempre ajudam um ao outro.
Layla: Claro que vou te ajudar, faço tudo pelo Blaz... Nossos amigos, mas será que é uma boa ideia falar com o sujeito misterioso?
Garrifro: Acho que na situação que nós estamos, ele não pode fazer nada.

Após Garrifro e Layla acordarem em mal-estar, numa situação que os deixou confusos e nervosos, decidiram conversar um pouco para saberem o que farão. Deduziram que a melhor ação a fazer é conversar com alguém que tem conhecimento de onde está, então decidiram conversar com o misterioso colega de cela com uma expressão de ansiedade.

Layla: Olá, será que você pode nos ajudar?
???: Queria poder, porém todos nós estamos condenados...
Garrifro: O que isso significa? Onde nós estamos?
???: Vocês não sabem? Estão no corredor do regresso, os pinguins criminosos permanecem aqui até o ritual do regresso.
Layla: Nós não somos criminosos! E o que é esse... Ritual do regresso?
???: Vocês me parecem um tanto confusos, mas posso responder sua pergunta... O ritual do regresso é um ritual no qual todos os pinguins criminosos serão jogados em um líquido fervente que danifica a memória, na verdade o líquido formata memória, os guardas do mestre irá dar novas memórias para o formatado, o formatado irá achar que é um guarda do mestre, fazendo-o servir o mestre até a sua morte. Mas... Como assim não são criminosos?
Garrifro: Nós viemos de outra dimensão, não somos criminosos.
Layla: Eu não quero ter a minha memória formatada! Como vamos sair daqui?!
???: É impossível sair daqui... Vocês vieram de outra dimensão? Isso é impossível! O mestre proibiu qualquer viajante de outra dimensão a entrar em Tomorroisland! Qualquer um que cometesse tal crime seria imediatamente condenado a formatação!
Garrifro: Está tudo explicado! Eles nos acharam desmaiados, viram que não éramos daqui e então... Nos sequestraram e provavelmente vão nos condenar ao ritual do regresso, mas então... E você, qual crime você cometeu?
???: Um dos guardas me flagrou usando um celular ultrapassado.
Layla: Desde quando isso é crime?!
???: Tomorrowisland é extremamente desenvolvida, é um lugar extremamente progredido e tecnológico, o mestre proibi o uso de qualquer aparelho expirado no catálogo ultrapassado, usei aquele celular para fazer contato com meu irmão preso, não tinha nenhum aparelho de contato em mãos.

O misterioso sujeito se revela uma vítima das insuportáveis leis criadas pelo governante desta ilha, devido a esta prática não suportada pelo governante da Tomorrowisland, ele foi imediatamente condenado ao ritual peculiar de Tomorrowisland.

Garrifro: Não acredito, por que será que eu quis embarcar nessa aventura?! Agora estamos presos com nenhuma forma de fuga! Eles devem ter analisado nosso sangue para nos identificar! Será que injetaram alguma substância nele?!
Layla: Estamos verdadeiramente condenados, mas tente ser um pouco positivo Garrifro, reclamar não ajuda em nada! Aposto que há uma forma de fuga daqui! É só nós usarmos a cabeça! Talvez o nosso colega possa nos ajudar.
???: A resposta é negativa, mas acredito que eles não vão formatar suas memórias imediatamente.
Garrifro: Como assim?
???: Como vocês vieram de outra dimensão, o mestre vai querer inspecionar suas memórias, para invadir e destruir sua dimensão.
Layla: Eu achava que não podia piorar, deixe eu analisar... Perderemos nossas memórias, iremos destruir o nosso mundo e por nossa causa eles irão destruir várias vidas inocentes.
Vago: Vocês pelo menos não serão formatados imediatamente, diferente de mim.
Garrifro: Achei que eu era o negativo, mas analisando nossa situação... Acho que eu tenho um plano, depois de ver tudo o que há nesta sala, me deu várias ideias de fuga na minha cabeça, acho que uma dessas ideias possa ser um plano bem elaborado.
Layla: Descreva o seu... Plano bem elaborado. Espero que ele ajuda em alguma coisa, porque eu quero fugir daqui imediatamente, odeio ficar presa, é uma forma de tortura para mim, tenho claustrofobia.
Garrifro: Primeiramente preciso de uma ajuda do nosso amigo, preciso saber o que irá acontecer com nós para armarmos uma possível fuga... Será que você poderia descrever o que acontece antes de um estrangeiro ter a memória formatada?
???: Claro, vocês serão conduzidos por guardas até uma sala vazia, eles lhe farão perguntas para testar seus conhecimentos, caso vocês deem uma resposta boba, levarão choques presos numa cadeira, porém isso é insignificantes, após eles fizerem umas... Dez perguntas, vocês serão conduzidos a outra sala trancada, ficarão de frente com o mestre, ele lhe dirá algumas coisas insignificantes, e após terminar suas falas, um capacete intrigante será colocado em suas cabeças, suas memória serão completamente sugadas, após isso eles os jogarão em... Você já sabe onde.
Layla: Como você sabe de tudo isso?
???: Tenho um amigo refugiado que sobreviveu, ele me contou todo o processo.
Garrifro: Isso é perfeito! Temos uma chance de fuga!
Vago: Me deixe contar o resto, após ele retornar para sua casa, o localizaram e ele foi capturado novamente.
Layla: Obrigado por descrever o nosso infeliz futuro.
Garrifro: Ainda temos uma chance, deixe os lhe contar o meu plano...
Layla: Parece que o seu plano é a nossa única chance, por favor Garrifro me ajude, e ajude nossos amigos.

Após inúmeras conversas e questionamentos, Garrifro, Layla e o misterioso sujeito condenado elaboraram um plano de fuga com mínimas chances de sucesso, então agora suas fugas, suas vidas e todas as vidas do universo que residem, dependem da sorte da nossa dupla de heróis, ou talvez o trio de heróis.

Praça da modernidade - ??? - ???

Após um longo caminho percorrido, Blaztox, Plog, Mi e Bryan chegaram em seu destino, a Praça da modernidade, uma praça aberta semelhante a um museu, onde todas as obras de arte são todos os aparelhos que modificaram a ciência moderna, esta praça é como um berço de toda tecnologia de Tomorrowisland.

Blaztox: Plog, já estamos chegando?
Plog: Eles só estão a alguns passos daqui, não terão mais que andar muito, na verdade, não precisarão andar mais nenhum passo em breve...
Mi: Plog, você está se sentindo bem, me parece um pouco estranho.
Plog: Sim estou me sentindo um pouco estranho, acho que a viagem afetou um pouco minha mente digital.
Blaztox: Sim, todos nós estamos estranhos... Como o Bryan havia dito antes, viagens dimensionais têm muitos efeitos colaterais.
Plog: Fico feliz informá-los que... Chegamos!
Bryan: Eu também... Estou muito feliz!
Mi: Quanta felicidade, mas... Não há nada aqui.
Bryan: Surpresa! Plog dê um choque que os faça desmaiar!
Blaztox: Bryan, Plog, não são vocês! Mi fuja!

Como Blaztox e Mi suspeitavam, Bryan e Plog não são os verdadeiros, são apenas mais dois guardas do misterioso Mestre, com um provável plano de captura que resultou como eles esperavam, agora provavelmente Blaztox e Mi serão colocados em uma prisão semelhante a do Garrifro e Layla, agora todos os viajantes dimensionais estão/serão presos, então seus destinos são imprevisíveis e incertos, seus destinos estão nas mãos da sorte.

*choque*

Mi: Já é tarde! Eles nos amarraram... Zzzzzz. Zzzzz...
Blaztox: Mi! Você desmaiou! Cadê o Plog e o Bryan de verdade?!
Plog: Você saberá em breve, agora... Boa noite!
Blaztox: Isso não vai ficar assiiimmm! Zzzz... Zzzz...
Bryan: Completamos a operação, agora eu quero tirar este traje de realidade aumentada ridículo, Plog com certeza o Mestre te hackear foi uma ótima ideia!
Plog: Eu também acho, me sinto bem melhor agora... Servindo o Mestre.
R345: Vamos botá-los no corredor logo.

Então, Blaztox e Mi foram enganados por um falso Plog e um falso Bryan, e após isso, foram imediatamente capturados e colocados em um veículo intrigante super moderno, o mesmo deve estar os encaminhando para os seus infelizes destinos, formatação de memórias.

Corredor do regresso - ??? - ???

Garrifro: Então, entenderam tudo?
Vago: Mensagem copiada!
Layla: Detalhe por detalhe!
Garrifro: Ok! Iniciar Operação: Fuga!
Vago: Os guardas chegaram! Vamos! Tudo conforme ao plano!
R341: Então invasores, como se sentem? Em breve não sentirão mais nada *risos*
Garrifro (sussurro): Pessoal, lembrem-se de seguir tudo conforme ao plano.

Durante o tempo em que Garrifro, Layla e o misterioso colega de cela estavam presos, armavam um plano de fuga com mínimas chances de sucesso, e agora está na hora de iniciá-lo, este plano é a única chance de fuga e vida de nossos heróis, agora eles dependem da sorte.

Corredor 31 - ??? - ???

Após longos momentos de inconsciência, Mi e Blaztox finalmente acordam, se veem presos num veículo moderno, agora chegou a hora de também bolarem um plano de fuga, que provavelmente será mais fácil de executar pois ainda não chegaram em seu destino.

Mi: Blaztox! ... Onde nós estamos?
Blaztox: Mi, você finalmente acordou! A gente está em um veículo, acho que estamos sendo transportados para o nosso fim, ou então eles irão nos prender numa cela e depois fazer experiência com nós.
Mi: Isso parece... Uma vã... Só que moderna.
Blaztox: Sim, só que temos que fazer algo! Senão seremos mortos! Quero dizer... Talvez seremos mortos, não faço ideia do que irão fazer com a gente.
Mi: Então pare de criar suposições e vamos bolar algum plano.
Blaztox: Tenho uma ideia melhor, enquanto você estava desmaiada eu descobri uma coisa. O Plog é o mesmo Plog, só que formataram suas memórias, na verdade acho que restauraram seu sistema, porém podemos devolvê-lo ao seu verdadeiro ser! Eu descobri isso quando olhei seu código de série, tanto como sua aparência exterior, é muito material e real.
Mi: Mas... Como vamos fazer isso?
Blaztox: Uma coisa que eu aprendi com o Bryan foi backup! Todo tablet tem um backup nos arquivos mais internos!
Mi: Gênio, você esqueceu de um detalhe do seu plano...
Blaztox: Sim, como nós vamos fazer isso... Tive uma ótima ideia! Mi, finja estar morta.
Mi: Por que? Ah tá, entendi! ... 😷
Blaztox: Plog! Plog, por favor venha aqui!
Plog: Será que você podia fazer silêncio!
Blaztox: Me desculpe, só que eu acho que a Mi morreu! Ela começou a grita e ficar vermelha, seus batimentos cardíacos diminuíram!
Plog: Deixe eu medir seus batimentos cardíacos.
Blaztox: ... Mi! Agora! Aperte o botão de desligar!
Plog: O que? Nãããoooo! Sistema desligar...
Mi: O que iremos fazer agora?
Blaztox: Outra coisa que eu aprendi com o Bryan foi... Hard Reset, aperte o botão de desligar enquanto eu aperto os de volume.
Mi: Ok! Em 3... 2... 1... Aperte!
Plog: Sistema... Reiniciar... Restauração ativada, não se preocupe! Um backup antigo foi localizado, o sistema irá reiniciar com backup. 3... 2... 1... O que está acontecendo?! Onde eu estou?!
Blaztox - Mi: Plog! Você voltou!
Plog: Da onde eu voltei? A última coisa que eu me lembro foi... Fui interrogado, depois colocaram um capacete em mim, aí... Bum! Eu sumi!
Blaztox: Tudo bem Plog... Mas, você sabe um jeito de nos tirar daqui?
Plog: Vou escanear o local... Local escaneado... Elaborar possíveis chances de fuga... Já sei! Podemos dar um choque no motorista! A pergunta é... Como?
Blaztox: Hmmm... Estática! Me deem seus casacos!
Mi - Plog: Ok!
Blaztox: *esfregar* Pronto! Agora Mi, finja estar passando mal!
Mi: De novo? Ok... 😷
Plog: R345, pare a vã e me dê uma ajuda aqui!
R345: Ok Plog! ...
Mi: Blaztox! Agora!
R345: O que?! *choque* Sistema danificado! Sistema danificado! Entrar em modo de descanso permanente! ... Desligar.
Blaztox: Conseguimos! Agora vamos dirigir este veículo!
Mi: Desde quando você sabe dirigir?
Blaztox: Um certo tablet pode me guiar...
Plog: É claro que eu posso! Vamos!
Blaztox: Plog! Localize nossos amigos! Layla e Garrifro, estamos atrás de vocês!

Um simples plano que era para ser de fuga teve algumas mudanças no enredo, agora que Plog retornou e nossos heróis estão no controle da vã, eles irão atrás do resto de seus amigos, os condenados com um plano de fuga, mas com amigos que se importam com os seus amigos, eles nunca serão deixados para trás

Corredor do regresso - ??? - ???

???: Garrifro, você será o primeiro. Lembre-se de seguir o plano, é a nossa única chance de fuga.
Garrifro: Ok, até mais pessoal. Mas... Layla, antes de eu ir, quero deixar um recado para você.
Layla: Como assim Garrifro?

*beijo*

Antes de Garrifro se despedir temporariamente ou quem sabe para sempre, de Layla, ele decide tomar uma atitude amorosa e revelar seus sentimentos por Layla através de um recado rápido porém significante, uma relação bem misteriosa...
R348: Já chega de contato labial! Venha conosco seu invasor asqueroso.
Layla: Será que o Garrifro vai conseguir aguentar aqueles choques?
???: Não se preocupe, aqueles choques não são mortais.
Layla: Assim espero...

Depois de uma breve discussão sobre o plano e um beijo, Layla e colega de cela decidiram deixar o Garrifro ir primeiro para executar o plano, então o guarda o encaminhou para uma sala fria e fechada, a sala do interrogatório, onde Garrifro será interrogado pelo Mestre e logo após será novamente encaminhado para outro lugar.

Sala do interrogatório - ??? - ???

Garrifro: Esse lugar é bem estranho, então, quando vão me fazer as perguntas? Quero dizer... O que eu faço aqui? Onde estou?
Mestre: Você logo descobrirá... Olá Invasor, eu sou o divino mestre desta ilha e lhe irei fazer algumas perguntas, caso você não queira respondê-las, ou as responda do jeito errado, levará choques pesados dessa cadeira elétrica... Então, está pronto?
Garrifro: Sempre estou pronto...
Mestre: Essa era a resposta que eu esperava... Vamos começar com perguntas simples... Qual é a raiz quadrada de infinito?
Garrifro: Hmmmmm... Triângulo?
Mestre: Errado! Dê choque nele!
Garrifro: *choque* Nossa! Isso doeu pra caramba! Mas eu posso aguentar... Faço tudo pelos meus amigos, nunca desistirei deles, afinal, sou a única esperança deles e de todos.

Nove perguntas depois...

Mestre: Você é um ser incrivelmente burro, guardas, conduzam ele a minha sala!
Garrifro (pensamento): Está quase na hora, será que vou conseguir executar o plano, estou me sentindo... Eletrizado!

Após as perguntas extremamente sufocadoras, Garrifro foi encaminhado pelos guardas para a sala do mestre, devido a ausência do mesmo, eles se comunicarão por grandes telas. isso dá uma pequena vantagem para Garrifro, aumentará suas chances de fuga e de sucesso, chegou a hora de uma pequena conversa entre os dois...

Sala do Mestre - ??? - ???

Mestre: Olá invasor... Como vai você?
Garrifro: Péssimo, né... Meu destino agora é a minha morte.
Mestre: Não vamos lhe matar, apenas formatar suas memórias.
Garrifro: Como se isto fosse diferente...
Mestre: Veja bem... Nós fazemos isso por segurança, queremos proteger os cidadãos de Tomorrowisland... Se Tomorrowisland fosse aberta a qualquer pessoa, cão ou sapo, nossa civilização estaria perdida.
Garrifro: Claro que não! Vocês estão prendendo os cidadãos! Tomorrowisland é uma prisão!
Mestre: Cale a sua boca... Asquerosa! Deixe eu te falar a verdade... Faço isso pelo poder! E pelo dinheiro! Se deixasse qualquer estranho entrar aqui, eu estaria perdido! Tomorrowisland iria desabar! É exatamente o que vai acontecer com você agora! Coloquem o capacete!
Garrifro: É agora... Eu não quero esse capacete!

Com uma força incrivelmente forte e momentânea, Garrifro com uma agilidade surpreendente arranca o capacete de seu cabo de sustentação e o joga na tela na qual o mestre estava se comunicando, livre do capacete, Garrifro foge da cadeira elétrica. Chegou a hora de prosseguir o plano de fuga, tal plano que até agora não teve nenhuma falha, a sorte pode continuar, mas em breve ela terminará...

Garrifro: Estou livre! Agora... Tenho que inserir a senha, e jogar os chicletes nas câmeras!

Garrifro começa a mascar chicletes, e com uma extrema precisão, joga os chicletes nas lentes das câmeras, logo depois, insere a senha fornecida por seu amigo de cela, agora que está livre, ele precisa correr o mais rápido possível para a entrada, para desligar o fornecedor de energia, que fornece energia para todo o palácio.

Garrifro: Ah não! Guardas! Tenho que me esconder! Já sei! Tubos de ventilação serão minha salvação! São bem apertados, porém tenho que me arrastar com mais pressa, sou o único que pode salvar a ilha...

Após percorrer um longo caminho num longo tubo, Garrifro finalmente pode esticar seu corpo, de acordo com seu elaborado plano, agora ele terá que desligar o fornecedor de energia, tal máquina responsável por fornecer energia para todos os sistemas elétricos do moderno palácio do governo de Tomorrowisland.

Salão principal - ??? - ???

Garrifro: Finalmente! O fornecedor de energia está bem ali! Ele está... Desligado! Como assim? Alguém chegou antes de mim?
Bryan: Garrifro! É você!
Garrifro: Bryan? O que faz aqui?
Bryan: É uma longa história! Eu desliguei o fornecedor de energia! Cadê o resto do pessoal?
Garrifro: Não faço ideia, eu só estava com a... Layla!
Layla: Olá pessoal! Vi que você conseguiu realizar o plano, parabéns! Nós viemos correndo! Não tinham muitos guardas.
Garrifro: Foi tudo graças a vocês! Não teria conseguido elaborar o plano sem a ajuda de vocês! Pessoal! Tem uma vã na nossa direção! Cuidado!
Layla: Do que você está falandoooo?!
Garrifro: Layla! Cuidado!

Garrifro com uma extrema agilidade, empurra Layla da direção da misteriosa vã e o do preciso e previsto atropelamento, evitando uma desgraça que seria insuportável para qualquer um que estivesse a olhar naquele momento, menos para os robôs de Tomorrowisland, pois eles não têm sentimentos.

Layla: Garrifro... Você salvou a minha vida. 😳 Muito obrigado, Garrifro...
Garrifro: Obrigado a você, que me ajudou a elaborar o plano.
Blaztox: Me desculpem pessoal, dirigir um veículo super moderno é bem difícil. Mas... Como vocês chegaram aqui? Estou feliz que a Layla não foi atropelada.
Layla: Eu e Garrifro armamos um plano de fuga para fugir de um corredor estranho e parece que deu certo.
Mi: Então, você e o Garrifro estavam juntos em uma sala fechada sozinhos?
Garrifro: Não, estávamos com um colega que nos ajudou em nossa fuga, mas e se tiver rolado alguma coisa, não é da conta de vocês.
Blaztox: Como assim não é da nossa conta? Achei que nós fôssemos amigos! Layla o que rolou enquanto estivemos separados?
Layla: Bem, Blaztox... É que... Ahhh, o Garrifro e eu nos beijamos. 😳
Blaztox: Vocês se... Beijaram? Mas... Eu pensei que...
Garrifro: Sim, nós nos beijamos! Idaí?!
Layla: Blaztox, eu ainda gosto de você... Bem, Garrifro quis me beijar.
Blaztox: Obrigado por dizer isso Layla, então foi o Garrifro?
Garrifro: Sei que Layla gostou, senão teria falado algo.
Blaztox: Aposto que ela não gostou! Assim como não gosta de você!
Layla: Chega! Parem de agir como crianças!
Garrifro: Você tá querendo brigar, Blaz?
Blaztox: Claro, vamos brigar!
Bryan: Não temos tempo para uma briga boba! Agora que todos estamos reunidos, temos que fugir!
Blaztox: Sim, vamos fugir sem esse cara!
Garrifro: Ah já chega, já ouvi muito desaforo.

Garrifro e Blaztox começaram a brigar, travando um conflito físico, algo que era totalmente improvável no momento e que atrapalhara todo o plano de fuga, pois era a chance perfeita e única para poder fugir, mas devido a essa pequena briga, este plano irá ter um pequeno atraso...

Mi: Meninos, parem com isso por favor! Vamos embora de uma vez!
Blaztox: Não antes de mostrar ao Garrifro que ele não tem absolutamente nada com a Layla!
Garrifro: Diga por você, Layla não sente nada por você, Blaztox.
Layla: Chega! Eu não sou um objeto! Parem de agir como crianças e vamos dar o fora daqui!
Bryan: Layla está certa, não temos tempo para briguinhas bobas! Agora todos nós estamos reunidos, vamos fugir!
Plog: Vamos! Deixem de brigar e façam as pazes rápido! É a nossa chance!
Blaztox: Como eu sou racional, só vou parar por enquanto e depois a gente termina isso de vez.
Garrifro: Eu digo o mesmo, seu pinguim infantil.
Herbert: Olá aves coloridas!

A única chance de fuga vai por ralo abaixo, quando um misterioso urso polar surge na entrada do palácio. O sujeito era ninguém menos que Herbert, o maléfico porém desastroso vilão do Club Penguin, sua vinda para Tomorrowisland é um mistério.

Herbert: Que pena, aves irritantes! Sua chance de fuga foi por ralo abaixo! Mhahahaha!
Blaztox - Plog - Mi - Garrifro - Layla - Bryan: Herbert!
Blaztox: O que você faz aqui?!
???: Quem é Herbert? Enfim... Tchau para vocês!
Garrifro: O que você está fazendo? Achei que era nosso amigo!
???: Adeus! Depois a gente cê fala!
Herbert: Hora de serem capturados! Mhahahaha! *risada malígna*

Continua...

E agora? O que vamos fazer?

No próximo capítulo... Blaztox e seus amigos terão que planejar novamente sua fuga, porém numa velocidade maior, afinal em breve poderão ter suas memórias formatadas, suas vidas dependem deste plano, tanto como todas as vidas do mundo... E do universo...

Área interativa - Votação - #TeamBlayla ou #TeamLayrrifro?

Olá pessoal! Nesta segunda edição da área interativa eu gostaria de propor uma votação bem legal...Você é #TeamBlayla ou #TeamLayrrifro? Deixa eu explicar melhor, como vocês sabem, em Tomorrowisland podemos sentir o gostinho de um shipp entre Blaztox, Layla e Garrifro, então que tal fazermos uma votação pra esse triângulo? Então, quem você acha que vai ficar junto na série?


Eu adoraria ler as suas respostas! Vou registrar cada uma nos meus arquivos! Também irei analisar os comentários para ver o shipp vencedor. Sejam sinceros e se puderem, justifiquem os seus shipps, até mais pessoal! Até os próximos capítulos! Esperem, já ia me esquecendo de mostrar as opiniões escolhidas da última área interativa! A pergunta era: O que é um verdadeiro vilão em uma série? Veja as respostas abaixo:

Lililuane: Hm, essa pergunta é um pouco complicada... pra mim, um bom vilão é aquele que mostra que realmente tem um motivo para cometer suas maldades, como por exemplo: teve um passado realmente ruim, e passou por coisas horríveis, fazendo com que o personagem se torne uma pessoa fria e sem sentimentos. Um bom vilão também precisa levar seus objetivos a sério, e precisa ser persistente, não desistir nunca. Mostrar que realmente sabe o que está fazendo.

Pintado: Acho que um vilão seja aquele personagem que tenha relevância, que esteja ali não apenas por precisar ser o vilão, mas por envolver a história, dar medo ao ouvirem seu nome, ser totalmente ameaçador diante daqueles que o enfrentam, e óbvio, ser cruel! Mas um vilão sempre tem chance de ter variações, afinal, cada um tem uma personalidade diferente. Uns fazem o mau pelo respeito, outros por um mundo ao seu entendimento e até mesmo aqueles que fazem por loucura! Então, o vilão ideal, é aquele que além de tocar o público, sabe apresentar seus feitos e intenções claramente.

Danielps: Olha, um vilão verdadeiro tem que ter um passado em que mostre sua raiva e seus objetivos, um vilão que mostre o quão forte pode ser, que tenha sua seriedade e que demonstre não estar brincando, e que quer mesmo realizar o que tanto quer!

Muito obrigado pela participação de vocês, pessoal! Espero que comentem e gostem do capítulo! E me desculpem pelo atraso na postagem, mas devido a um pequeno atraso nos desenhos, a série teve uma "pausa semanal" que provavelmente estará se repetindo na semana seguinte devido a aproximação da "Season Finale". Até mais e... Pinguinando!